Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

Mayo Longo

 

Isto é mais ou menos assim como que um compasso de espera, a aguardar por novos conteúdos, que a falta de tempo e de inspiração me têm impedido de trazer a público.

Entretanto vou tentando dar música a quem visitar este espaço...

Sinto-me: Assim a modos que... cansado!
Música: Mayo Longo
Publicado por Eira-Velha às 13:55
Link do post | Comentar | Ver comentários (9) | Adicionar aos favoritos
|

Libre te Quiero

Libre te quiero
como arroyo que brinca
de peña en peña,
pero no mía.

Grande te quiero
como monte preñado
de primavera,
pero no mía.

Buena te quiero
como pan que no sabe
su masa buena,
pero no mía.

Alta te quiero
como chopo que al cielo
se despereza,
se despereza,
pero no mía.

Blanca te quiero
como flor de azahares
sobre la tierra,
pero no mía.

Pero no mía
ni de Dios ni de nadie
ni tuya siquiera.

No, no, no, no, no,
no, no, no, no, no,
no mía.
No, no, no, no, no,
no, no, no, no, 
ni tuya.
No, no, no, no, no,
no, no, no, no, no,
no mía.

Publicado por Eira-Velha às 13:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Cogordos

“Por madeirudos no souto, non corras atrás doutro”
“Pólo souto amodiño ollear , se madeirudos queres atopar ”
“Setembro mollado , cogordo no castaño ”
Cogordo do carballiño , canto mais zoncho mais fino”
“Fungo repoludo , ou cogordo ou madeido ”
Os Madeirudos Boletus de carne branca, que non viran de cor) son moi doados de recoñecer e non hai risco de lamentables confusións . Pode darse o caso de encotrar un Madeirudo fel Tylopilus felleus ) amargo como o fel polo sabor amargo da carne, que é insoportable aínda cun pequeno anaco .
IN : http :/ www.galiciaencantada.com /dentro.asp?c=8&id=770

Nos montes e campos da minha aldeia havia muitas espécies de cogumelos mas apenas uma que colhíamos e comíamos deliciados. Eram os Macrolepiota Procera, vulgarmente designados por frades, ou simplesmente cogordos, como diziamos nós.
Entretanto,  a minha passagem por Trás-os-Montes familiarizou-me com outras variedades que eu desconhecia e fiquei adepto incondicional dos Tricholoma Equestre ou amarelinhas, como eram conhecidos, o que me custou apanhar uma ferroada de um lacrau e ter de ir à pressa ao hospital para receber cuidados médicos indispensáveis para aliviar as insuportáveis dores.
Agora, perante a casual "descoberta" dos "madeirudos" recordo-me do tempo em que ia para o souto do Beche, apanhar castanhas e da quantidade de cogumelos  dos mais diversos tamanho, formas e feitios que por lá havia, aos quais chamávamos  "cogufelas" e que significava instintivamente cogumelos não comestíveis.
Mas se as lesmas e caracóis os comiam deliciados e não lhes faziam mal, certamente é porque de facto se tratava de espécies comestíveis.
Acho que era mais por ignorância mas... cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.
Ainda hei-de lá ir à procura só para experimentar...
Publicado por Eira-Velha às 11:22
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Vale do Tua - Uma paisage...

Momentos...

Antes que seja tarde dema...

Cá se vai andando...

Inverno

Fruta da Época

Cidadania

Novas Construções

Fátima - Uma questão de F...

Around the World "Don't W...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Outubro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

Laços

blogs SAPO

subscrever feeds