Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Dia de Reis

Amanhã é dia de reis, data em que na vizinha Espanha se distribuem os presentes natalícios.
No meu tempo era costume reunirem-se grupos de cantadores que percorriam as diversas aldeias a cantar e a pedir os reis, isto é, algo que servisse para sustento da casa. Era mais por necessidade do que por tradição, embora este fosse o principal argumento. As canções entoadas de porta em porta quase sempre louvavam os donos da casa, uma forma de "engraxar" como soi dizer-se e os contributos recebidos eram, invariavelmente, uma peça de fumeiro ou um naco de toucinho.
Recordo especialmente o ano em que fazendo parte de um grupo de rapazes, poucos, que quantos mais fossemos maior era a divisão, decidimos ir "pedir os reis" e numa casa cuja dona tinha fama de praticar bruxarias recebemos uma chouriça que no final ninguém quis. Além da proveniência tinha um aspecto que não deixava dúvidas, fora feita de propósito para aquela ocasião. Era apenas a tripa seca ao longo da qual se pressentiam dispersos dois ou três pedacitos de carne...
A verdade é que um dos meus irmão ficou com a malfadada chouriça e em casa meteu-a num pote com água a ferver. Quando a retirou supostamente cozida ainda tentou ferrar-lhe o dente mas não conseguiu, tal era o nauseabundo cheiro que exalava.
Claro que o cão comeu-a deliciado e não lhe fez mal algum :)

Publicado por Eira-Velha às 12:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
3 comentários:
De Ventor a 15 de Janeiro de 2008 às 00:00
Eu sou como os espanhóis! Também recebo presentes no dia de Reis, porque eu sou mesmo REI!
A propósito de cantar os reis, eu nunca passei das janeiras, porque saí de lá com 15 anos e os reis era coisa para homens. Mas recordo-me que os homens, em Adrão, faziam uma grande festa. E, normalmente, dava cacetada que fervia depois da jantarada e das bebedeiras que se seguiam.
Ainda me recordo de um senhor da Gave que casou para Adrão e que, numa dessas pancadarias, a lenga-lenga era: "dizem para aí que partiram os dentes ao ti da Gave"! Eu era puto e nunca esqueci essa conversa. Mas também me recordo que, no dia seguinte, toda a malta estava amiga e a noite já estava esquecida!
De florentina a 22 de Dezembro de 2008 às 18:58
eu acho isto ridiculo porque eu sou como sou!!!!1
E SOU FLORENTINA DE JESUS...
De Eira-Velha a 22 de Dezembro de 2008 às 21:29
Jesus!
Donde apareceu isto? Bem vinda Florentina!

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Vale do Tua - Uma paisage...

Momentos...

Antes que seja tarde dema...

Cá se vai andando...

Inverno

Fruta da Época

Cidadania

Novas Construções

Fátima - Uma questão de F...

Around the World "Don't W...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Outubro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

Laços

blogs SAPO

subscrever feeds